Português Italian English Spanish

Incêndios Causados por Acumulação de Eletricidade Estática

Incêndios Causados por Acumulação de Eletricidade Estática


Acumulação de Eletricidade Estática

Por Redação

 

A eletricidade estática constitui um risco de incêndio e explosão durante o manuseio de petróleo (óleo cru e derivados líquidos).                                                                                   

Algumas operações podem dar lugar à acumulação de cargas elétricas, as quais podem ser repentinamente liberadas em descargas eletrostáticas, com energia suficiente para inflamar uma mistura inflamável de gás de hidrocarbonetos com ar. No caso do petróleo, os produtos claros são, em geral, considerados como acumuladores de eletricidade estática, devido à sua baixa condutividade. Os acumuladores estáticos incluem:
- querosenes de aviação;
- óleo diesel claro;
- óleo lubrificante
- gasolinas naturais;
- querosenes;
- solventes;
- gasolina automotiva e de aviação;
- naftas;
- gasóleos pesados;

 

Quando medindo, sondando, amostrando ou imergindo equipamentos, todas as cargas em tanques não-inertizados, independente da classificação de sua volatilidade, devem ser observadas as seguintes precauções, de modo a evitar os riscos associados com a possível acumulação de cargas elétricas nas sondas, tal como as trenas de metal arriadas no interior do tanque:


- As trenas de metal ou outros dispositivos de medição/amostragem que podem atuar como condutor elétrico, através de todo seu comprimento, deve ser efetivamente aterrada ou conectada antes da introdução no interior do tanque, até após a sua retirada.


- Não devem ser utilizados trenas ou cabos de material sintético Os produtos escuros não são classificados como acumuladores estáticos, devido ao ato de terem suficiente condutividade elétrica que redistribui rapidamente as cargas elétricas separadas durante manuseio, para impedir uma acumulação de eletricidade estática. Como exemplos de produtos escuros, temos: - óleo cru;  óleo combustível;

 


 Descarga de Eletricidade Estática Riscos de descargas eletrostáticas:


“Em resumo, descargas eletrostáticas podem ocorrer como consequência da acumulação de cargas em:
· Líquidos ou sólidos não condutores como, por exemplo, um óleo acumulador estático (tal com o querosene) bombeado para o interior de um tanque, ou um cabo de polipropileno.
· Condutores líquidos ou sólidos eletricamente isolados como, por exemplo, neblinas, borrifos ou partículas em suspensão no ar ou uma barra de metal pendurada na extremidade de um cabo de fibra sintética.”


Descarga Eletrostática
“A mais importante precaução que deve ser tomada para evitar um risco de descarga eletrostática é manter todos os objetos metálicos interligados; a interligação elimina o risco de descargas entre objetos de metal, que podem estar muito energizados e, portanto, ser muito perigosos.”